Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Maringá: MP quer demissões na Câmara

O Diário destaca hoje:

A Promotoria de Proteção ao Patrimônio Público de Maringá quer a demissão de 44 funcionários comissionados da Câmara Municipal. Ontem, uma recomendação administrativa, com prazo de 90 dias para ser acatada, foi encaminhada ao presidente da Casa, Mário Hossokawa (PMDB). A determinação do Ministério Público (MP) é de que o número de comissionados seja equivalente ao de efetivos.

Atualmente, o Legislativo tem 60 servidores efetivos e 104 comissionados. São 5 assessores por gabinete, o que totaliza 75 nomes. Há mais 29 funcionários contratados sem concurso público que atuam em função de direção, chefia e assessoria parlamentar.

#Não consigo entender isso, pois se aumentar mais oito vereadores, serão contratados mais 40 assessores. Alguém pode me explicar como vai ficar essa situação?

0 Comentários: