Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Instalada CPI que vai investigar Derosso

Da Gazeta Maringaense

A pressão popular funcionou e a bancada de oposição comemorou esta tarde na sessão da Câmara de Vereadores de Curitiba a instalação da CPI – Comissão Parlamentar de Investigação – que vai investigar as denúncias de irregularidades nos contratos de publicidade do Legislativo municipal, em especial a relação do presidente João Cláudio Derosso (PSDB) com empresas ligadas à sua própria família. A investigação vai buscar saber se houve indícios de improbidade administrativa nesses contratos. A primeira reunião, convocada pela vereadora Nely Almeida (PSDB), por ser a parlamentar de mais idade na comissão, acontecerá na próxima segunda-feira (12), às 13h30, e definirá a presidência e relatoria dos trabalhos.

A bancada de oposição já se encontra reunida para traçar estratégias de investigação, que tem no relatório do Conselho de Ética o seu ponto de partida. “Queremos investigar tudo a respeito dos contratos de publicidade e mais as denúncias novas que surgirem”, disse o vereador Pedro Paulo Costa, indicado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) para integrar a CPI do Caso Derosso. “A meta desta semana foi alcançada, que era a de pressionar pela instalação imediata da CPI e garantir, com isso, a homologação dessa comissão de inquérito”, completou Pedro Paulo. Ele informa, ainda, que a oposição não abre mão do afastamento de Derosso da Presidência da Câmara. O único instrumento disponível para assegurar esse afastamento hoje é a decisão judicial. Por falar na instância do Poder Judiciário, caso a CPI confirme que houve crime de improbidade administrativa por parte de Derosso, a denúncia seguirá para o Ministério Público, que vai avaliar, por sua vez, a possibilidade de abrir inquérito também sobre esse caso.

0 Comentários: