Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

PDT é oferecido para desafetos de Crispim

Do Rigon

Ex-chefe da Ciretran, o capitão Ideval de Oliveira foi um dos muitos filiados que integravam uma chapa de oposição para a disputa da convenção do PMDB em Maringá, a convenção que acabou anulada pela executiva regional. Sua situação ficou complicada com a boataria de que o sempre atual presidente, Umberto Crispim, não daria vaga para seus opositores disputarem as eleições de 2012. Dias atrás, porém, Ideval encontrou-se com o deputado estadual Enio Verri (PT), que lhe garantiu que estariam juntos em 2012, na aliança PMDB-PT apoiando sua candidatura a prefeito (a de Verri). Pouco tempo depois, porém, Enio Verri lhe procurou e lhe propôs filiar-se ao PDT, que agora integra o condomínio partidário petista. Por quê o PDT? Porque Crispim havia vetado de antemão a vaga para que Ideval seja candidato a vereador.

0 Comentários: