Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

sábado, 24 de setembro de 2011

Vereador que foi preso por coagir testemunhas e forjar provas é solto

Por Bibiana Dionísio - G1

O vereador de Colombo – Região Metropolitana de Curitiba – Joaquim Gonçalves de Oliveira (PTB), conhecido por “Oliveira da Ambulância”, foi solto na tarde de sexta-feira (23). Ele estava preso no Centro de Triagem 2 de Piraquara desde 12 de setembro. De acordo com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), o vereador tentou forjar provas para inocentá-lo no inquérito que investiga a apropriação de parte do salário de funcionários do gabinete dele. Esta foi a segunda prisão de Oliveira da Ambulância. Em 25 de agosto, o parlamentar foi preso ao ser flagrado se apropriando do salário de três assessores. Ele reconquistou a liberdade após pagar fiança. O habeas corpus foi concedido por falta de elementos para tipificar o suposto crime. A decisão é para que Oliveira da Ambulância aguarde em liberdade o julgamento e o impede de chegar perto dos assessores que teriam sido coagidos para mudar o depoimento. O vereador nega as acusações. Em entrevista concedida ao G1 neste sábado (24), a advogada do vereador, Elza Prates, afirmou que as denúncias fazem parte de uma armação política. O Gaeco finalizou o inquérito na quarta-feira (21). A documentação será apresentada para o Ministério Público que fará a denúncia para a Justiça paranaense.

0 Comentários: