Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

segunda-feira, 19 de março de 2012

UPA será inaugurada em abril

A Prefeitura de Sarandi promete para o dia 19 de abril a inauguração da Unidade Municipal de Pronto-Atendimento (UPA). Os funcionários que atuarão no local já começaram a receber treinamento para desenvolver as ações na unidade.

À espera da nova estrutura, os usuários do sistema público de Saúde cumprem a rotina de chegar de madrugada aos postos de saúde para pegar ficha de atendimento. Na fila de espera, alguns cidadãos criticam o modelo, outros se dizem satisfeitos. Reclamam, apenas, do horário que precisam chegar para conseguir a senha para serem atendidos.

"Tem que trazer colchão às três horas da manhã e dormir na fila para pegar uma simples ficha de atendimento. Hoje tive sorte e consegui pegar. Queria que melhorasse com a UPA, mas quero ver ficar pronta e funcionar. A estrutura da Saúde em Sarandi é problemática, mas o atendimentos dos médicos é bom. Faltam funcionários", diz o frentista Gildo Carlos da Silva, 48 anos.

O porteiro Claudionísio Pereira, 57, reclama da fila de madrugada. "Sou diabético e tenho que chegar às quatro horas para conseguir consulta.

Qualidade

“Vamos prestar um serviço de excelência à altura que a população de Sarandi merece e tem direito” Prefeito Carlos Alberto de Paula Júnior (PDT)

Hoje, quando eu cheguei aqui, tinha 23 pessoas na minha frente. Acho que tendo administração e fiscalização, a UPA deve funcionar bem. Se tiver que ficar na fila de madrugada, vai ser a mesma coisa", afirma.

A auxilia de cozinha, Míriam Patrícia de Souza, 44, diz que não tem do que reclamar. "Sempre que precisei, fui bem atendida, mas sei que tem quem reclame. Acho muito bom sair uma UPA em Sarandi. Fica perto de minha casa, no Conjunto Santana", destaca.

O prefeito de Sarandi, Carlos Alberto de Paula Júnior (PDT), declara que a maioria dos pacientes que vai de madrugada é porque quer determinado médico. "Mas com clínicos gerais, tem atendimento todos os dias", explica. Ele adianta que vai contratar mais médicos para o programa Saúde da Família e isso conteria a demanda. "Hoje temos quatro equipes, mas só uma com médico. Precisamos de mais três médicos, vamos abrir concurso. O salário será de R$ 9 mil", anuncia.

Última geração

Enquanto a administração busca soluções para o sistema, a UPA começa a ser equipada. "Todos os equipamentos já foram licitados. A UPA terá quatro leitos com todos os aparelhos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para estabilizar pacientes", comenta o prefeito. Ele revela, no entanto, que os leitos não serão utilizados para internamento.

De Paula garante que todos os equipamentos serão de última geração e vão garantir a qualidade no atendimento ao público. Um exemplo citado são as camas automatizadas das salas de repouso. Ontem, a unidade recebeu um aparelho de raios-X digital. Um investimento de R$ 95 mil.

O prédio da UPA de Sarandi tem 948 metros quadrados de área construída e custou R$ 1,4 milhão. O custeio mensal será feito pelos governos federal, estadual e municipal. Com capacidade para realizar 400 consultas por dia, a UPA funcionará 24 horas por dia, de domingo a segunda-feira.

FONTE: O DIÁRIO

0 Comentários: