Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Sarandi: De Paula reassume o cargo de prefeito

Depois de 180 dias afastado do cargo por determinação da Justiça, o prefeito Carlos Alberto de Paula Júnior (PDT) reassumiu na manhã desta quarta-feira (24) a prefeitura de Sarandi, em solenidade prestigiada por três deputados federais, dois estaduais, um secretário de Estado e o prefeito de Maringá, Carlos Roberto Pupin (PP). Segundo ele, a volta é para ficar, porque tanto o Ministério Público, quanto o Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), o Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce) e Polícia Federal o teriam investigado durante o afastamento e nada foi encontrado que comprovasse desvio de recursos públicos.

A posse aconteceu durante sessão solene da Câmara de Vereadores, quando o vice-prefeito Luiz Carlos Aguiar (PPS), que permaneceu no cargo durante o afastamento do prefeito titular, fez um balanço de seus seis meses de mandato, destacando que deu continuidade a todo o trabalho que se encontrava iniciado e começou novas obras. "Com o apoio dos deputados federais, estamos deixando quase R$ 40 milhões do governo federal, a fundo perdido, para extensão da rede de esgoto sanitário, asfaltamento de cinco bairros e construção de cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS)".

De Paula foi afastado em janeiro, quando a Operação Quadro Negro, do MP e do Gaeco, investigou possível fraude em licitações na área da Educação.

"Os secretários e diretores que se preparem, pois estou com muita vontade de trabalhar", disse De Paula depois de assinar o termo de posse. Segundo ele, já existe um planejamento de trabalho, que permitirá que dentro de três meses sejam inauguradas obras iniciadas por ele e que tiveram continuidade com Aguiar, como o Hospital de Especialidades e novas super creches.

Fonte: O Diário

1 Comentários:

Anônimo disse...

Mas não foi isso que saiu no jornal. Ele continua sendo investigado...