Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Roberto Jefferson quer perdão do Supremo

Ex-deputado brasileiro denunciou, em 2005, a existência do ‘Mensalão’.

O ex-deputado brasileiro Roberto Jefferson, que em 2005 denunciou a existência do ‘Mensalão’, esquema que desviava dinheiro público para pagar a fidelidade de aliados ao então presidente Lula da Silva, pediu ao Supremo Tribunal Federal o perdão da sentença a que foi condenado em novembro de 2012. Jefferson, atualmente presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), foi condenado a sete anos e 14 dias de prisão por também ter saído beneficiado do esquema de corrupção que denunciou mas, tal como os demais 24 sentenciados, aguarda em liberdade a tramitação dos recursos.

No seu pedido de perdão judicial, Jefferson argumenta que foi ele quem denunciou a trama e que a colaboração que deu à justiça permitiu a condenação dos demais arguidos. No mesmo pedido à corte máxima brasileira, Jefferson solicita que, se o perdão não for concedido, então que lhe seja permitido cumprir a pena domiciliarmente, ficando confinado na sua residência e não numa cadeia.

0 Comentários: