Texto

     Aquele que crê possuir a verdade erra em não se preocupar em procurá-la.

Posts em Destaque

 

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Sarandi: Mais traficantes presos pela GM

Em patrulhamento nas proximidades do Centro Municipal de Educação Infantil Vinicius de Morais, no Jardim São José, os Agentes Robaina e Vanderlei, da Guarda Municipal, avistaram dois indivíduos em atitude suspeita na Rua Dezesseis. A guarnição realizou abordagem de rotina a M. S. V. de 32 anos e R. A. P. da S. de 20 anos, foi encontrado crack em posse de um dos indivíduos. Sob o consentimento de M. S. V. os Agentes realizaram revista em sua residência onde foram encontrados cerca de 50 gramas de maconha, dinheiro trocado, cachimbos para uso de crack, correntes de prata, relógio de pulso e telefone celular, todos sem procedência, e outros objetos. Os dois indivíduos foram presos pelo artigo 33 do CP (tráfico de drogas) e encaminhados para a DP com os objetos apreendidos. M. S. V. já tem passagem pelo artigo do 157 do CP (assalto).

Mais um pedófilo preso pela Guarda Municipal

Os Agentes Peixoto e Souza, da Guarda Municipal, prenderam na manhã de hoje (20) um pedófilo que estava assediando uma menina de 11 anos.

A Guarda Municipal foi acionada para comparecer no consultório odontológico do município (anexo ao antigo pronto socorro) onde, segundo informações, uma garota estava passando mal por ter sido assediada por um homem. Segundo testemunhas, o individuo S. S. S. de 42 anos teria adentrado ao local e teria tocado por várias vezes a menina V. L. S. L. de 11 anos em suas partes intimas. 

Os pais da menor foram chamados e junto com a menor, o indivíduo e uma testemunha, foram encaminhados para a Guarda Municipal para coleta de depoimentos e posteriormente todos foram encaminhados para a DP para providências cabíveis.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Vídeo do acidente em São Francisco do Sul

Sete pessoas ficaram gravemente feridas em um acidente envolvendo um carro de placas de Sarandi (a 10 quilômetros de Maringá) no fim da tarde de domingo (17) na BR-280 em São Francisco do Sul (SC). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Guaramirim, a colisão ocorreu por volta das 17h30, no km 12 da rodovia, com a Volkswagen Parati de placas AOM 6832 de Sarandi e o Volkswagen Bora de placas APP 2860 de Curitiba. Conforme apurado pela PRF, a Parati tentava fazer uma ultrapassagem quando colidiu frontalmente com o Bora.

Todos os envolvidos na batida ficaram em estado grave. O condutor da Parati, Rogério Barreto (26 anos), e os passageiros Anderson Lopes Barreto (24 anos, Carina da Silva Sanches, de 24 anos, Cristiane Ferreira Alves Ronaldo, de 29 anos, João Henrique Cangirana Rodrigues, de 25 anos, além do motorista do Bora, Renan Marcelo Marinelli Alves, e o passageiro Maicon Maier Cardoso, de 25 anos.

As vítimas foram conduzidas ao Hospital São José de Joinville (SC), e quatro delas foram transportadas com auxílio de helicóptero da Polícia Militar (PM) de Joinville. A pista ficou interditada por 1h20 para o atendimento à ocorrência. (Fonte: O Diário)

video



Fim de semana macabro em Maringá

Uma tentativa de assalto acabou com um homem esfaqueado no centro de Maringá. Segundo informações LEANDRO CEZAR DE LIMA FRAZIN, 29 anos, estava na Avenida Duque de Caxias quando uma pessoa tentou assaltar ele, Leandro entrou em luta com o assaltante que acabou desferindo 3 facadas nele, uma no braço, uma no abdômen e outra nas costas, essa ficou cravada no seu ombro. Leandro foi socorrido pelo Siate e por uma equipe com o médico do Samu e encaminhado em estado grave para o Hospital Universitário, e agora a polícia investiga para ver se a versão da vítima é verdadeira e se os motivos das facadas eram outros.



Desta vez o crime de homicídio aconteceu na tarde deste sábado (16) na Rua Rio Tibagi no Conjunto Batel em Maringá. Segundo informações 3 elementos em um Kadett de cor branca passaram pelo local e atiraram contra WILLIAN JOSÉ DE SOUZA, 19 anos, o vulgo 'Pajé' que ficou caído no asfalto até a chegada do Siate que constatou a morte do jovem com 6 tiros de pistola calibre 380. A policia acredita que os assassinos de Pajé seriam os mesmo que mataram Dema no Requião. Após as primeiras investigações e os procedimentos de perícia, o corpo foi encaminhado ao IML de Maringá. Será que esses crimes é um acerto de contas por conta do tráfico de drogas ? Só a policia irá nos dar essa resposta.


É a coisa esta feia lá pro lado do Conjunto Requião em Maringá. Mais um jovem foi morto a tiros, dessa vez na Rua Natale Durante proximidade do postinho. No local foram levantadas poucas informações porém o que se sabe até o momento que elementos em um Kadett de cor branca passaram pelo local e atiram contra o jovem LUCAS FERNANDO GARCIA, 20 anos o vulgo 'Dema'. A Polícia Militar foi acionada isolou o local e contatou os órgãos competentes, a Polícia Civil e o Instituto de Criminalística e constataram que Dema levou 4 tiros pelo corpo. Após os procedimentos da perícia o corpo foi encaminhado ao IML de Maringá. O que será que está acontecendo no Conjunto Requião ? Foram 3 mortes nas últimas horas e uma tentativa de assassinato, será que os crimes estão relacionados ? Será que as vítimas e assassinos eram conhecidos ? Até quando isso vai acontecer ? Essas são as perguntas que ficam após tantas violência.


A tentativa de homicídio aconteceu na manhã deste sábado (16) na Rua Das Sibipirunas no Conjunto Borba Gato em Maringá. Segundo informações a vítima DOUGLAS ROBERTO PEREIRA DE LIMA, 19 anos andava pela rua quando um veículo Kia Cerato de cor prata passou pelo local e efetuou vários disparos de arma de fogo contra Douglas, que saiu correndo sendo atingido na perna direita, e foi pedir ajuda no quintal de uma casa até a chegada do Siate que encaminhou ele até o Hospital Universitário sem risco de morte. Foto: André Almenara


A tentativa de homicídio seguido de assalto aconteceu na noite desta sexta-feira (15) na Rua Lafayete Tourinho na Zona 06 em Maringá. Segundo informações ISRAEL SOARES, 33 anos, teria sido assaltado e o autor ainda esfaqueou ele. Soares ficou caído até a chegada do Siate porém eles estava com um grande corte na barriga e parte do seu intestino estava para o lado de fora do seu abdômen. Os socorristas acionaram o médico do Samu e sua equipe e após os primeiros procedimentos o homem foi encaminhado para o Hospital Universitário com risco de morte. Fotos: Maringá Alerta


O duplo homicídio aconteceu na noite desta sexta-feira (15) na Avenida Franklin Delano Roosevelt no Conjunto Requião em Maringá. Segundo informações dois homens ocupando uma moto Twister de cor preta passaram pelo local e efetuaram vários tiros em direção dos dois jovens que estavam em uma outra moto, no local ficaram caídos com ferimentos de arma de fogo um rapaz conhecido como RAFAEL "PRETO" ele chegou a ser socorrido pelo Siate encaminhado para a Santa Casa, porém não resistiu e morreu horas depois, e BRUNO DE SOUZA PASSOS, 20 anos, ficou morto no local com 4 tiros na cabeça, segundo consta Bruno morreu por estar na hora e no local errado e que os tiros eram mesmo para Rafael, pois Bruno não estaria envolvido com crimes e não tinha passagem pela polícia. Agora a Delegacia de Homicídio investiga esse duplo homicídio e espera em breve descobrir os autores e os motivos do crime.


A tentativa de homicídio aconteceu na tarde desta sexta-feira (15) na Rua Said Jacob, cruzamento com Rua Libertador San Martim no Conjunto Habitacional Requião em Maringá. Segundo informações no local uma pessoa foi baleada, o Siate foi até o local e socorreu TIAGO APARECIDO PEREIRA, 23 anos, ele teve ferimentos considerados graves sem risco à vida e foi encaminhado ao Hospital Universitário de Maringá. Agora a Polícia Civil investiga mais essa tentativa de homicídio.


Fonte: Câmera REC

domingo, 17 de novembro de 2013

Acidente na Avenida Colombo deixa 4 feridos

O acidente envolvendo dois carros Honda Civic aconteceu na madrugada de domingo (17) na Avenida Colombo no Jardim Internorte em Maringá. Segundo informações o Civic preto sofreu um acidente leve no Contorno Sul e deu fuga do outro carro envolvido quando na frente do Atlântico ele perdeu o controle bateu no meio fio atravessou a pista e caiu sobre o Civic prata que seguia no sentido Sarandi. DIEGO RAMOS OLIVEIRA, 21 anos, condutor do carro preto teve ferimentos considerados graves com risco à vida, pois foi ejetado para fora do veículo e ficou inconsciente e foi encaminhado ao Hospital Metropolitano. O motorista do carro prata RONALDO DA SILVA SEGALA, 33 anos, teve ferimentos considerados graves sem risco à vida foi encaminhado ao Hospital Santa Casa, outros dois passageiros SIDNEY GARCIA OLIVIEIRA, 39 anos, e uma mulher conhecida como RAFAELA sofreram ferimentos leves e também foram encaminhados para hospitais, um outro rapaz recusou atendimento dos socorristas.



Fonte: Câmera REC

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Guarda Municipal prende traficantes no Nova Aliança

Após denúncias de populares, os Agentes da Guarda Municipal de Sarandi, que faziam ronda nas proximidades do Fórum da cidade, se deslocaram até a Rua Ivaí, no Jd. Nova Aliança, onde abordaram alguns indivíduos e em revista na casa de um deles foi constatado que o local era ponto de tráfico de drogas.

Em revista minuciosa foram encontrados na residência:

1.4 quilos de MACONHA
30 gramas de CRACK
02 Radios Toca CD Pionner
01 Notebook marca OBE
06 Relógios de diversas marcas
01 Jogo de pulseiras de relógios
10 Pulseiras de prata de bali
01 Corrente (possivelmente de ouro)
04 Anéis
01 Pingente
10 Celulares de diversas marcas
01 Câmera Digital Sony
01 Cachimbo de crack
02 Balanças (um delas de precisão)
02 Carregadores universais
01 Isqueiro
03 Carteiras com documentos pessoais
$480 Reais em espécie (sendo $160 em moedas)

Todos os produtos apreendidos e os 5 indivíduos presos foram encaminhados para a DP de Sarandi. Veja mais fotos aqui.


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Cido Spada é condenado por venda sem licitação

Justiça suspendeu direitos políticos de Cido Spada por 3 anos e aplicou multa de R$ 120 mil. Acusação é de dispensa de licitação para venda de terrenos. Ele nega qualquer ação ilícita.

O ex-prefeito de Sarandi, Aparecido Farias Spada, foi condenado em primeira instância pela Justiça à suspensão dos direitos políticos por 3 anos, proibição de contratar com o poder público, receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo mesmo prazo e pagamento de multa correspondente a 10 vezes o valor de seu último pagamento como chefe do Executivo, o que corresponde a R$ 120 mil.

Spada, que foi prefeito em dois mandatos pelo PT, de 2001 a 2008, está recorrendo da sentença. A denúncia foi feita pelo Ministério Público. A Justiça considerou como ato de improbidade administrativa a dispensa de licitação na venda de terrenos para a implantação de indústrias no primeiro mandato de Spada. Na época, seis indústrias - madeireira, caldeiraria, marmoraria, artefatos de alumínio e uma fábrica de colchões - teriam sido beneficiados pelo fato de a prefeitura não seguir a Lei das Licitações. De acordo com o MP, o município dispensou a licitação para a alienação dos imóveis.

O procedimento de alienação foi conduzido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico depois de análise prévia da Comissão de Industrialização e da assessoria jurídica da prefeitura. Segundo a defesa do ex-prefeito, foi seguido um procedimento de consulta com base em uma lei municipal de 1988, mas para o MP tal procedimento não tem valor, pois a Lei das Licitações a anulou.

Segundo o MP, ao se fundamentar na lei municipal, a prefeitura incorreu em inegável quebra de isonomia, afastando a possibilidade de acesso a todos os interessados na aquisição dos lotes que seriam alienados.

Na época em que a prefeitura vendeu os terrenos, o município desapropriou áreas de terra onde existiam sítios e chácaras, para a implantação do Segundo Distrito Industrial.

Spada, que agora é filiado ao Partido Verde (PV), disse que recorrerá da decisão no Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), confiante que será possível reverter o processo. "O que me deixa tranquilo é que não houve qualquer ilícito e os empresários que compraram os terrenos podem comprovar que em momento algum houve qualquer interferência minha ou de secretários", disse. De acordo com o ex-prefeito, o distrito industrial começou a ser ocupado a partir de 1988 e todos os terrenos foram alienados por administrações anteriores pelo mesmo processo.

Fonte: O Diário de Maringá

# Meu amigo, o falecido servidor público Laércio Lemes Pinheiro, que na época da venda dos referidos terrenos era lotado na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, chegou a me dizer que nunca houve um parecer jurídico favorável a venda dos terrenos sem licitação. Será?

# E agora? Será que Cido Spada poderá ser candidato a deputado em 2014? Será que poderá ser candidato em 2016? 

Guarda Municipal prende traficante na Rua 11

Após denúncias anônimas de que um indivíduo estaria traficando no Jardim Novo Independência, os Agentes Ortega e Germano, da Guarda Municipal, em ronda pelo bairro abordaram um indivíduo saindo de uma terreno baldio na Rua Joaquim Antonio da Silva (Rua 11) com algumas pedras aparentando ser crack. Após buscas pelo terreno foram encontradas cerca de 115 pedras pequenas e 1 grande da mesma substância. Diante da situação os Agentes solicitaram o apoio da PM e em averiguação na residência do individuo foi encontrados R$ 503,00 em espécie (trocados) e algumas notas de Dollar escondidos no quintal. As drogas, o dinheiro, 2 celulares, 1 câmera digital e o indivíduo foram encaminhados para a DP de Sarandi para as providências cabíveis. Mais uma vez a BANDIDAGEM se da mal em Sarandi por conta do trabalho conjunto entre a GM e PM com a colaboração da população, que tem feito denúncias através do 153 (GM) e 190 (PM).


quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Tiririca: STF poderá retomar ação sobre alfabetização

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar nesta quinta-feira (9) um pedido do Ministério Público para que seja retomado desde o início a ação penal na qual o deputado Francisco Everardo Oliveira Silva, o Tiririca (PR-SP), foi acusado de fraudar o documento de registro de candidatura ao declarar que sabia ler e escrever. Para o MP, Tiririca era analfabeto e não preenchia os requisitos previstos em lei para ser candidato.

No fim de 2010, Tiririca foi absolvido pela Justiça Eleitoral de São Paulo. O juiz que analisou o caso entendeu que basta pouco conhecimento da leitura e da escrita para se afastar a condição de analfabeto. Conforme o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Tiririca provou que sabia ler e escrever.

Tiririca teve mais de 1,3 milhão de votos na eleições de 2010 e foi o deputado federal mais votado daquela eleição. Depois que o parlamentar tomou posse, no começo de 2011, o processo foi remetido ao Supremo – deputado tem foro privilegiado e só pode ser julgado pela Corte.

No processo, o Ministério Público de São Paulo diz que Tiririca cometeu crime previsto no Código Eleitoral de inserir informações falsas em documento público, cuja pena é de cinco anos e multa. Conforme o MP, além de fraudar o documento dizendo que sabia ler e escrever, ele também omitiu bens em seu nome no registro de candidatura. Em defesa apresentada ao Supremo, Tiririca pediu que seja mantida a decisão que o absolveu uma vez que não ficou demonstrada qualquer fraude. Argumentou ainda que o próprio Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considera aptos a disputas eleitorais “candidatos que detenham rudimentares conhecimentos de escrita e leitura”.

A ação está entre os primeiros itens da pauta do STF, mas caberá ao presidente em exercício do Supremo, ministro Ricardo Lewandowski, colocar o tema em julgamento. Joaquim Barbosa está fora do tribunal até a semana que vem. Ele participa de evento jurídico em Veneza como representante da Suprema Corte brasileira.

O MP argumentou, em apelação criminal, que houve nulidade da sentença da Justiça Eleitoral de São Paulo “devido à insuficiência de fundamentação” na decisão e nulidade do processo por cerceamento da acusação, uma vez que o MP tentou juntar provas ao processo que foram rejeitadas.

A apelação destaca que houve “falsidade material da declaração de próprio punho relativa à alfabetização do então candidato” e o acusa de ter “praticado o crime de falsidade ideológica ao declarar à Justiça Eleitoral, por ocasião do pedido de registro de sua candidatura, que sabia ler e escrever, fato que entende [o Ministério Público] ser inverídico”.

Ao opinar sobre o caso, a Procuradoria Geral da República pediu ao Supremo que declare a nulidade da ação penal desde audiência prévia das partes, realizada em novembro de 2010, em razão do cerceamento à acusação. A PGR pede “aproveitamento, contudo, das provas já produzidas, em atenção aos princípios da economia e da celeridade processual”.

Se Marina desistir, Dilma leva maior parte de votos

Dilma teria 42% dos votos que seriam da ex-senadora, segundo pesquisa. Eduardo Campos, que se aliou a Marina, ganharia 15% dos votos.

Pesquisa Datafolha divulgada no ultimo domingo (13) pelo jornal "Folha de S.Paulo" mostra que a presidente Dilma Rousseff pode ser a principal beneficiada com eventual saída da ex-senadora Marina Silva da disputa pela Presidência da República no ano que vem. Segundo o levantamento, Dilma receberia 42% dos votos de Marina. 

O senador Aécio Neves (PSDB) ganharia 21%, e o governador de Pernambuco e aliado de Marina, Eduardo Campos (PSDB), 15%. Entre os entrevistados, 16% votariam em branco, nulo ou nenhum e 7% não sabiam ou não quiseram responder. Marina Silva se filiou na semana passada ao PSB, depois de ter negado pela Justiça Eleitoral o registro da Rede Sustentabilidade, o partido que pretende criar.

O PSB garante que o candidato à Presidência é Campos. Marina poderia ser vice, mas os dois deixaram claro que a definição sobre a chapa para concorrer às eleições só sairá no ano que vem. O levantamento deste domingo é um desdobramento da pesquisa divulgada no sábado - veja no quadro ao lado -, que apontou Dilma com 42% das intenções de voto e vencendo no primeiro turno se a eleição fosse hoje e ela tivesse como adversários Aécio e Campos.

As candidaturas consideradas são prováveis – só serão oficializadas pelos partidos no primeiro semestre do ano que vem. A eleição de 2014 está marcada para 5 de outubro e, além de presidente, escolherá senadores, deputados federais, governadores e deputados estaduais. O Datafolha entrevistou 2.517 eleitores em 154 municípios nesta sexta-feira (11), com margem de erro de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Em simulações feitas pelo Datafolha com Marina Silva na disputa, a eleição iria para o segundo turno.

A ex-senadora aparece com até 29% das intenções de voto a depender do cenário. Serra em vez de Aécio O Datafolha simulou ainda o que ocorreria com os votos de Marina Silva caso o candidato do PSDB fosse o ex-governador de São Paulo, José Serra, e o resultado foi parecido com o cenário considerando Aécio Neves como candidato. Dilma ganharia 40% dos votos da ex-senadora, contra 25% de Serra e 15% de Eduardo Campos. Dos ouvidos, 15% votariam em branco, nulo ou nenhum e 6% não sabiam ou não quiseram responder.

Troca-troca partidário gera prejuízo para partidos

Saiba como estão as bancadas na Câmara após as mudanças de partido. Até este sábado, 59 entre 513 deputados trocaram de legenda. 

O troca-troca partidário das últimas semanas não alterou posições na lista dos partidos com mais deputados na Câmara, mas provocou o encolhimento das bancadas de siglas tradicionais e levou pelo menos duas legendas a ficar sem representantes no Legislativo. Dos 59 deputados que trocaram de partido desde 1º de setembro (11,5% do total de 513), segundo levantamento do G1 com base em dados da Câmara, 37 migraram para os recém-criados Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e Solidariedade (SDD).

Além disso, essas duas siglas atraíram sete deputados licenciados (que atualmente não estão exercendo o mandato). Com 20 deputados, o SDD nasceu com a nona bancada na Câmara, atrás de PT (88), PMDB (76), PSDB (46), PP (41), PSD (39), PR (33), DEM (25) e PSB (25). O PROS (ao lado do PTB) é a décima bancada, com 17 deputados, um a menos que o PDT (18). Os dois partidos ainda poderão ampliar o tamanho das bancadas se os deputados licenciados que se filiaram decidirem retomar o exercício do mandato (três do SDD e quatro do PROS).

A temporada de troca de partidos foi motivada pela eleição do ano que vem, que escolherá presidente, governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais. O prazo de filiação para quem pretende disputar a eleição terminou no último dia 5. Os deputados têm de notificar à Câmara a troca de legenda, mas como os partidos têm até a próxima segunda (14) para entregar à Justiça Eleitoral a lista de todos os filiados, pode ser que algum parlamentar tenha mudado de sigla e ainda não tenha informado.

Com o troca-troca, dois partidos perderam o único deputado que tinham e deixaram de ter representação parlamentar (PRTB e PSL). Agora, dos 32 partidos brasileiros, 23 estão representados na Câmara (veja ao lado o ranking das bancadas, quem ganhou e quem perdeu). Dos chamados grandes partidos, somente um, o PP, conseguiu ter a bancada ampliada após o troca-troca partidário – três saíram, mas outros cinco entraram e com isso o partido foi de 39 para 41 deputados. Os demais só perderam (PT, PMDB, PSDB, PSD, PR, DEM, PDT, PTB).

O maior prejuízo foi do PDT, cuja bancada diminuiu de 26 para 18 deputados. O PMDB, partido do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), caiu de 82 para 76 representantes. O PSB, do governador Eduardo Campos (PE), possível candidato a presidente da República, tinha 25 deputados, perdeu quatro, mas filiou outros quatro e manteve o mesmo número. Dentre os que se filiaram, o partido recebeu deputados que pretendiam entrar na Rede Sustentabilidade, cujo registro foi negado no último dia 3 pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Após a decisão do TSE, a ex-senadora Marina Silva decidiu se filiar ao PSB, e os deputados Alfredo Sirkis (ex-PV) e Walter Feldman (ex-PSDB) resolveram acompanhá-la.

No Senado, até esta sexta-feira (11), havia registro de somente dois casos de mudança de legenda entre os 81 senadores – Vicentinho Alves (TO), do PR para o SDD, e Kátia Abreu (TO), do PSD para o PMDB. Estrutura para PROS e SDD Na semana passada, os líderes de PROS e Solidariedade iniciaram gestões junto à Mesa Diretora da Câmara para assegurar cargos, estrutura física e presença nas comissões fixas da Casa. Mas como a legislatura já se iniciou, e os parlamentares dos dois partidos foram eleitos em 2010 por outras siglas, a criação e cessão de cargos a novas legendas costumam ser fruto de acordos costurados entre os líderes partidários.

Em abril deste ano, faltando pouco menos de dois anos para o encerramento da legislatura, a Câmara aprovou a criação de 40 cargos para o PSD, partido fundado pelo ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab. À época, a sigla contava com 41 deputados. De acordo com o diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio, as demandas dos novos partidos deverão ser analisadas pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), pelas lideranças partidárias e pela Mesa Diretora. Para Sampaio, será “difícil” encontrar espaço físico na Casa para o PROS e para o Solidariedade. “Não tem espaço físico na Casa. Mas isso vai ser analisado pelo colégio de líderes e pela Mesa”, explicou o diretor-geral. 

Criação de novos partidos

No último dia 8, o Senado aprovou projeto de lei que inibe a criação de novos partidos. O projeto, que seguiu para sanção presidencial, havia sido aprovada pela Câmara em abril e chegou a ter a tramitação no Senado suspensa por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF). O texto foi colocado em votação no Senado após pedido do presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), para quem "o quadro partidário já extrapolou qualquer expectativa". Segundo ele, é preciso "dar um basta" na proliferação de legendas (clique na imagem ao lado ou aqui para ver o histórico dos partidos no Brasil após o fim do bipartidarismo).

A proposta aprovada pelo Senado impede que parlamentares que mudem de partido no meio do mandato transfiram para a nova agremiação parte do fundo partidário e do tempo no rádio e na TV da sigla de origem. Atualmente, a maior parte do fundo e da propaganda eleitoral é distribuída proporcionalmente ao tamanho das bancadas.

Corrida presidencial: Aécio larga na frente em MG

Pesquisa EM Data/Ufla/MDA mostra que se dependesse somente dos votos dos mineiros, o senador do PSDB seria o próximo presidente da República

A maioria dos mineiros gostaria de ver o senador Aécio Neves (PSDB-MG) na Presidência da República. É o que mostra pesquisa do EM Data/Ufla/MDA feita entre os dias 12 e 15 com 2.006 entrevistados no estado. Na disputa pela sucessão da presidente Dilma Rousseff (PT), o tucano vence a petista em Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral do país, nos dois cenários pesquisados, por uma diferença de 10 pontos percentuais – tendo como terceiro o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) ou a ex-senadora Marina Silva (PSB). Na simulação de segundo turno, Dilma só perde no estado para Aécio. A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos percentuais para mais ou para menos. Na pesquisa estimulada de votos para presidente, Aécio aparece com 46,6% das intenções de voto, contra 35,4% de Dilma Rousseff. Eduardo Campos teria 6,6%, enquanto 7,4% dos eleitores não escolheram nenhum dos nomes ou optaram pelo voto em branco ou nulo e 4% não sabem ou não responderam. Quando o nome do PSB à Presidência é o de Marina Silva, Aécio aparece na frente com 43,8%, Dilma continua em segundo, com 33,8%, e a ex-senadora tem com 13,2%. Nesse cenário, 5,4% dos entrevistados não escolheram ninguém, branco ou nulo e 3,7% não sabe ou não responderam.

O levantamento fez cinco cenários de segundo turno em Minas. Nos três em que Aécio aparece, ele vence a disputa, com menos facilidade quando a adversária é Dilma: o tucano seria eleito com 50,1% das intenções de voto, contra 37,5% da petista. Se a disputa fosse entre Aécio e Marina, o presidente do PSDB venceria com 62,1%, contra 22,4% da ex-senadora. O cenário mais fácil para o tucano é o de enfrentar Eduardo Campos, no qual Aécio aparece com 67,5% e o socialista com 11,7%. Sem o senador mineiro no segundo turno, Dilma seria reeleita nos dois cenários pesquisados. A presidente venceria Eduardo Campos por 50,8% a 24,1% e ganharia de Marina Silva. Nessa hipótese, Dilma aparece com 47,9% e Marina com 32,2%.

O diretor da MDA Pesquisa, Marcelo Costa Souza, considera natural que todas as simulações mostrem vantagem para o senador Aécio Neves em Minas Gerais. “É um pouco natural por ele ser mineiro e ter deixado o governo com altos índices de aprovação. Por outro, o percentual que ele tem hoje é bem inferior ao que teve em 2006 (quando se reelegeu) e ao do governador Anastasia em 2010”, disse. Essa queda, segundo o pesquisador, pode ser explicada por se tratar de uma disputa diferente (antes as eleições eram para governo e agora para presidente).

Avaliação
A pesquisa mediu também a avaliação do governo Dilma Rousseff entre os mineiros, que é positiva para quase 80% dos entrevistados. Para 40,1%, a gestão da petista é regular, 30,6% consideram que ela faz um bom governo e 6,4% afirmam que sua administração é ótima. Já para 21,9% dos mineiros ouvidos, a petista tem uma atuação ruim ou péssima. Menos de 1% não soube responder.

No levantamento, os eleitores também responderam sobre suas preferências partidárias. No estado, 62,3% declararam não se identificar com nenhum partido. Apesar de um tucano ter a maioria das intenções de voto para presidente, o PT apresentou 14,3% da preferência, praticamente três vezes mais do que os 5% contabilizados para o PSDB.

Cinco mensaleiros apresentam novos recursos ao STF

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebeu recursos de cinco réus condenados no processo do mensalão que tiveram rejeitados seus embargos declaratórios.

O prazo para a apresentação desses recursos se encerrou às 22 horas desta terça-feira. Na lista dos réus que contestaram o posicionamento da corte estão o deputado Valdemar Costa Neto (PR-SP), os ex-deputados Pedro Corrêa, José Borba e Bispo Rodrigues e o ex-tesoureiro do antigo PL, Jaconinto Lamas.

Agora, o relator Joaquim Barbosa vai analisar os recursos e preparar seu voto sobre cada um deles. Depois disso, as contestações serão debatidas em plenário.

Os embargos declaratórios são um mecanismo que permite ao réu apontar possíveis contradições e omissões no acórdão do julgamento. No caso do mensalão, as principais penas não se alteraram. Agora, os réus podem questionar o voto dos ministros na análise destes embargos.

Passada esta etapa, o tribunal vai abrir prazo de 30 dias para a apresentação dos embargos infringentes, que podem reduzir a pena de doze réus. Os infringentes, permitidos apenas aos condenados que obtiveram ao menos quatro votos a seu favor no plenário do tribunal, são a última chance de os mensaleiros escaparem da cadeia.

Também nesta terça, Vinícius Samarane, que foi executivo do Banco Rural, se antecipou e apresentou embarfos infringentes ao STF.

Roberto Jefferson quer perdão do Supremo

Ex-deputado brasileiro denunciou, em 2005, a existência do ‘Mensalão’.

O ex-deputado brasileiro Roberto Jefferson, que em 2005 denunciou a existência do ‘Mensalão’, esquema que desviava dinheiro público para pagar a fidelidade de aliados ao então presidente Lula da Silva, pediu ao Supremo Tribunal Federal o perdão da sentença a que foi condenado em novembro de 2012. Jefferson, atualmente presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), foi condenado a sete anos e 14 dias de prisão por também ter saído beneficiado do esquema de corrupção que denunciou mas, tal como os demais 24 sentenciados, aguarda em liberdade a tramitação dos recursos.

No seu pedido de perdão judicial, Jefferson argumenta que foi ele quem denunciou a trama e que a colaboração que deu à justiça permitiu a condenação dos demais arguidos. No mesmo pedido à corte máxima brasileira, Jefferson solicita que, se o perdão não for concedido, então que lhe seja permitido cumprir a pena domiciliarmente, ficando confinado na sua residência e não numa cadeia.

Feliciano afirma que se decepcionou com Marina

No que depender do deputado Marco Feliciano (PSC-SP), a ex-senadora Marina Silva (PSB-SC) não receberá o voto do eleitorado evangélico se decidir disputar a sucessão presidencial de 2014. Em entrevista exclusiva ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, Feliciano diz que se decepcionou com Marina e que ela agiu com "oportunismo" ao se filiar ao PSB.

"De repente, eu vejo Marina virar socialista e ir para o PSB. Deu um nó na minha cabeça. Para mim, é mais um oportunismo e eu teria dificuldade em apoiar Marina. Farei o possível no meio evangélico para abrir a mente do nosso pessoal porque não é pela carinha, pelo estereótipo de evangélica, que ela vai simplesmente cooptar os nossos votos", afirmou.

Embora o partido tenha um pré-candidato para disputar a sucessão presidencial, o pastor Everaldo Dias Pereira, Feliciano diz que, além de Marina, teria dificuldades em apoiar a presidente Dilma Rousseff num segundo turno. Caso o PSC abra mão da candidatura própria, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) e o governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos, poderiam ter o apoio dele. "Ainda não me defini, mas ambos têm a minha simpatia. Aécio pelo histórico e Campos pelo entusiasmo", revelou.

O pastor conta que a "decepção" com a ex-senadora começou em 2010, quando Marina evitou polemizar sobre temas como legalização do aborto e casamento entre cidadãos do mesmo sexo. "Eu sinto um pé-atrás com a Marina. Na campanha de 2010, ela vinha com um viés evangélico e eu passei a ouvi-la, ainda mais da minha igreja, a Assembleia de Deus. Eu achei que era uma luzinha no fim do túnel e passei a ouvir os discursos dela", afirmou.

Feliciano cobrou um discurso mais "firme" sobre temas de interesse da comunidade evangélica. Na visão dele, Marina errou ao pôr aborto e saúde pública no mesmo patamar. "Para quem é cristão e tem princípios, quando você diz isso, você joga nas mãos do Estado uma questão que é de consciência. Ela fugiu do assunto. Questionada sobre o casamento homossexual, ela fez a mesma coisa", justificou. Na opinião dele, Marina foi "mais de esquerda do que a própria Dilma".

''Abandonado''

Para o parlamentar, Marina deveria "protegê-lo" durante as manifestações contrárias à permanência dele na presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados. Ela chegou a dizer que o presidente da comissão estaria sendo "mais hostilizado por ser evangélico que por suas declarações equivocadas", mas em seguida sua assessoria informou que a frase da ex-senadora, proferida numa palestra, foi repercutida fora de contexto.

"Ela voltou atrás em dois minutos, quando a pancadaria desceu. Eu achei que ali era a chance dela. Ela ali não defendia um homem, um parlamentar, ela defendia um segmento", concluiu. Feliciano afirma que a ex-senadora "teve chances de se manifestar para o segmento evangélico" que, segundo ele, votou nela em 2010. "Ela simplesmente me deixou sozinho naquele momento e isso criou uma antipatia no meio evangélico", reclamou.

O deputado afirma que Marina, embora seja evangélica, não representa os cristãos. "Ela teria tudo para representar o segmento", lamentou. "Ela bebe da nossa fonte de costas. E quando o povo quer ver, ela se esconde", criticou. Para ele, a ex-senadora "se traveste como cristã", mas "quando precisa chegar junto e mostrar o posicionamento, se esconde atrás da política".

Longe dos holofotes desde que o Parlamento enterrou o projeto da chamada "cura gay", Feliciano diz que se transformou em "uma espécie de símbolo" por defender os interesses dos evangélicos. Ele acredita que seu posicionamento contundente se refletirá em uma votação expressiva nas eleições de 2014, quando deve disputar a reeleição e ajudar a ampliar a bancada evangélica na Câmara. Há quem defenda no PSC que o deputado dispute a Presidência da República.

CDH aprova projeto que autoriza igrejas a vetar gays

Proposta será avaliada pela Comissão de Constituição e Justiça; se aprovado, religiosos poderão se recusar a fazer cerimônias em desacordo com suas crenças

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias, comandada pelo pastor Marco Feliciano (PSC-SP), aprovou nesta quarta-feira, 16, projeto de lei que permite a organizações religiosas expulsarem de seus templos pessoas que "violem seus valores, doutrinas, crenças e liturgias". A proposta ainda desobriga igrejas a celebrar casamentos em "desacordo com suas crenças". O objetivo é evitar que decisões judiciais obriguem a celebração de uniões entre homossexuais, além de permitir a retirada de manifestantes que fizerem protestos dentro de templos, como duas garotas que chegaram a ser presas no mês passado por se beijarem durante culto comandado por Feliciano.

Autor do projeto, o deputado Washington Reis (PMDB-RJ), deixou clarotal intenção na justificativa da proposta. "Deve-se a devida atenção ao fato da prática homossexual ser descrita em muitas doutrinas religiosas como uma conduta em desacordo com suas crenças. Em razão disso, pelos fundamentos anteriormente expostos, deve-se assistir a tais organizações religiosas o direito de liberdade de manifestação".

Designado por Feliciano como relator, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) foi o responsável pelo parecer favorável. Ele argumentou que as organizações têm o direito de definir suas próprias regras de funcionamento e que a participação nelas deve ser limitada a quem concorda com suas doutrinas. "Do contrário pode-se entender como verdadeira imposição de valores que não são próprios das igrejas, sendo que, aqueles que não concordarem com seus preceitos, basta eximir-se voluntariamente da participação em seus cultos". O projeto seguirá agora para a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

A aprovação gera nova polêmica em relação ao comando do pastor na comissão. Feliciano assumiu sob acusação de homofobia e racismo por declarações feitas em redes sociais. Apesar dos protestos, permaneceu no cargo e conduziu a votação do projeto apelidada de "cura gay", que revogava resolução do Conselho Federal de Psicologia que proíbe os profissionais da área de colaborar com eventos e serviços que ofereçam tratamento e cura de homossexualidade, além de vedar manifestação que reforce preconceitos sociais em relação aos homossexuais. A proposta foi levada ao plenário e derrubada.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Diogo Hutt sobre Guarda Municipal armado

video

Quem pode utilizar a vaga de Carga e Descarga?

Em vigor há 15 anos, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ao ser destrinchado, ainda reserva surpresas. Depois de perguntar a diferença entre parar e estacionar, o blog ajuda a sanar a dúvida: é permitido ao motorista particular, estando em automóvel de passeio, usar a área destinada a carga e descarga?

Sim. É permitido, desde que seja pelo tempo estritamente necessário ao carregamento e/ou descarregamento, aliás, regra que vale para qualquer veículo.

A lei não disciplina o tipo de veículo, haja vista que existe nenhuma informação no CTB ou nenhuma Resolução do Contran afirmando que a área de carga e descarga é exclusiva para veículos de carga (caminhões, picapes etc.), tampouco limita peso mínimo ou máximo para sua utilização.

Porém, a vaga, que é uma área destinada a estacionamento (não é parada), deve ser utilizada apenas para a operação de carga e descarga.

O princípio da carga e descarga é a operação e independe do tipo de veículo está sendo utilizado para esse fim. Portanto, qualquer veículo que estiver fazendo carga e descarga pode estacionar.

Além do mais, o tipo de carga a ser carregada ou descarregada não tem necessariamente que ser de natureza comercial, mas qualquer coisa que esteja sendo transportada. Ou seja, se estou comprando um aparelho de TV, posso estacionar na área de carga e descarga, em frente ou próximo à loja, colocar o aparelho no carro e sair. Porém não posso, por exemplo, estacionar na área de carga e descarga, entrar na loja, escolher o aparelho, entrar na fila, pagar e só então colocá-lo no carro, pois fiquei estacionado por tempo superior ao de carregar o carro. Isso é passível de multa. É preciso estar atento a isso, pois a lei fala em ‘tempo estritamente necessário’.

O QUE DIZ A LEI

Anexo I do CTB - Operação de carga e descarga: imobilização do veículo, pelo tempo estritamente necessário ao carregamento ou descarregamento de animais ou carga, na forma disciplinada pelo órgão ou entidade executiva de trânsito competente com circunscrição sobre a via.

CTB, artigo 47, parágrafo único: A operação de carga e descarga será regulamentada pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via e é considerada estacionamento.

CTB, artigo 181/XVII: Estacionar o veículo em desacordo com as condições regulamentadas especificamente pela sinalização é infração leve, com multa de R$ 53,20, perda de três pontos no prontuário e sujeita à remoção do veículo. Por ser infração leve (desde que não haja reincidência em 12 meses), em recurso durante a fase de defesa da autuação, pode ser pedida a conversão da multa em advertência por escrito (artigo 267/CTB).

ANIMAIS

Outra curiosidade é que os animais estão incluídos na regra do estacionamento da carga e descarga. O CTB afirma que operação de carga e descarga é o "tempo para carregamento ou descarregamento de carga ou animais". Logo, por exemplo, se você vai deixar ou pegar o seu cachorro num petshop, pode estacionar na área de carga e descarga para tirar ou colocar o animal do carro.

SINALIZAÇÃO

Porém, que em qualquer situação, é preciso observar cuidadosamente as placas, pois a regra geral vale, desde que não haja nenhum tipo de limitação descrita na placa que sinaliza o local. Pois pode haver limitação do tipo de veículo, por exemplo, até 4 toneladas, de horário (área de carga e descarga das 9h às 10h; rotativo das 10h às 20h), ou qualquer outro tipo de regulamentação.

É bom deixar claro que o CTB não especifica o tipo de veículo para utilização da carga e descarga. Logo, não proíbe o estacionamento do automóvel de passeio na área de carga e descarga. E, ao não proibir, está permitindo. Porém, o CTB também diz que ‘a operação será regulamentada pelo órgão ou entidade com circunscrição sobre a via (artigo 47)’, ou seja, o órgão PODE determinar alguma restrição, que deverá estar especificada na placa. 

Como existe uma “impressão geral” de que a operação de carga e descarga só poderia ser feita por veículo de carga pode haver erro, por despreparo, de algum agente de trânsito, que acabará autuando o motorista particular nesta circunstância. Tal mito em torno da questão pode levar um agente despreparado a cometer um equívoco.

RECURSO

No caso de multa (enquadrada no artigo 181 do CTB), por estacionamento em área de carga e descarga, fica difícil recorrer, pois é preciso ter provas de que o veículo ali estacionado estava, de fato, realizando a operação de carregamento/descarregamento. Porém, o direito de ampla defesa é garantido ao condutor e proprietário do veículo que deverá procurar o órgão autuador para apresentar a defesa.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Sarandi: Casa de GM sofre atentado a tiros

Foto: O Diário de Maringá
A casa de um guarda municipal de Sarandi foi alvo de um atentado a tiros na noite de ontem (7). Na ocorrência, a residência do vizinho do GM também foi atingida. Segundo a Polícia Militar (PM), pouco antes das 21h, houve informações de que teriam ocorrido disparos de arma de fogo na Avenida Rui Barbosa, no Jardim Independência I. Três disparos acertaram parede da garagem e grade da residência de V.O., de 40 anos, que é Guarda Municipal. A residência estava vazia quando foi alvejada. Já a casa ao lado foi danificada por disparo que atingiu a parede do muro e também a janela de veneziana do quarto, onde estava o proprietário, E. B., de 49 anos, mas por sorte ninguém foi atingido. O morador relatou que ouviu um barulho de motocicleta de pequeno porte se evadindo após os disparos. Foram localizados dois projéteis que foram entregues na delegacia de Polícia Civil de Sarandi.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Guarda Municipal apreende mais um menor traficando

No fim da tarde do último sábado (5), Agentes da Guarda Municipal de Sarandi faziam ronda de rotina pela cidade e depararam com um rapaz em atitude suspeita. Na abordagem, apreenderam o adolescente A.S.M. de 16 anos, pois com ele foram encontradas 24 buchas de cocaína, duas porções de maconha e R$ 109,00 em dinheiro. 

Apesar da pouca idade, A.S.M. já possui passagens pela polícia por assalto e furto. Esta foi a segunda apreensão envolvendo menores em Sarandi em uma semana. O jovem foi encaminhado DP para as providências cabíveis.


Sarandi: PM prende fugitivo, apreende drogas e arma

As equipes especiais ROCAM e ROTAM da 4ª Cia da PM de Sarandi, realizaram abordagem de rotina em um bar na Avenida Curitiba no Jardim Cometa em Sarandi na madrugada do ultimo sábado (05). Na abordagem os policiais encontraram 28 papelotes de cocaína na caçapa da mesa de sinuca, foi ai que populares informaram que a droga era de JOSÉ ANTÔNIO DA ROCHA BAIÃO, 24 anos, e ao realizarem uma revista na casa dele na Rua Ana Neri, 894, também no Jardim Cometa, os policiais encontraram uma pistola 765 municiada, munições, pratas de Bali e aproximadamente R$ 700,00 em dinheiro. Baião confirmou ser o dono da pistola que, segundo ele, comprou para se defender e contou também que é fugitivo da Colônia Penal, ainda foi detido para averiguação ANTÔNIO CARLOS FRANCISCO DE AGUIAR, 21 anos, ele foi detido para averiguação pois seria comparsa de Baião, porém afirmou ser trabalhador e que estava na hora e no lugar errado.


Solidariedade nasce forte e caro

A criação de novos partidos é a principal porta de saída para parlamentares insatisfeitos, haja vista que, nestes casos, eles mantém seus mandatos e ainda carregam consigo tempo propaganda partidária na televisão e recursos do fundo partidário.

No caso do horário de propaganda eleitoral, a estimativa é que cada deputado represente 2,5 segundos em cada bloco da propaganda durante as eleições. Por este cálculo, o Solidariedade nasce com um tempo de quase um minuto.

Já em relação ao fundo partidário, a divisão é feita com base nos votos recebidos nas últimas eleições, mas a estimativa é que a legenda do Solidariedade tenha mais de R$ 10 milhões a receber a partir do próximo ano.

O partido já nasceu forte, porém caro para o bolsos do contribuinte, que paga com seus impostos o fundo partidário.

Deputados do Paraná desistem da reeleição.

De André Gonçalves, na Gazeta do Povo:

Fonte inesgotável de escândalos, surrada pela opinião pública e cada vez mais atrelada ao Poder Executivo, a Câmara dos Deputados está perdendo o encanto para os políticos paranaenses. A um ano das eleições de 2014, 8 dos 30 deputados federais do estado anunciam que não vão concorrer à reeleição. Somados os que já deixaram o mandato e outros que tendem a disputar outros cargos, o número pode chegar a 12, o que provocaria uma “autorrenovação” de 40% da bancada. Dos eleitos como titulares em 2010, estão fora de uma nova disputa Abelardo Lupion (DEM), Cézar Silvestri (PPS), Cida Borghetti (PP), Dr. Rosinha (PT), Eduardo Sciarra (PSD), Ratinho Júnior (PSC) e Rosane Ferreira (PV). Marcelo Almeida (PMDB), suplente do atual secretário estadual da Casa Civil, Reinhold Stephanes (PSD), também antecipou a decisão de não tentar a reeleição. Leia mais... 

Jacovós pede votos...

O Delegado de Polícia, José Aparecido Jacovós, conhecido como dr. Jacovós, esteve ontem (06) na feira livre da Avenida Maringá acompanhado pelo empresário e presidente do PTB, Nelson Bazzotti. Segundo consta, Jacovós, que já foi candidato a vice-prefeito, em Sarandi, ao lado de Walter Volpato em 2008, estaria pretenso a disputar as eleições 2014 como deputado estadual. Há quem diga que o ex-delegado de Sarandi já esteja em campanha extraoficial. Será?

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Sou pedra bruta...

Sou pedra bruta, disforme e dura que precisa ser desbastada para trazer á luz o ser perfeito que está oculto em meu interior.

Reginaldo Zauizio de Souza

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Sarandi ganha monitoramento por Câmeras

Depois de anos sendo considerada uma das cidades mais violentas do Estado, Sarandi hoje está transformando mais esta realidade. Uma junção de todos os poderes, tem tornado o município um exemplo em ações contra a violência, com combate efetivo nos pontos vulnerais da cidade.

A Guarda Municipal de Sarandi tem feito a diferença, trabalhando em conjunto com as policias civil e militar. A 4ª Companhia da Polícia Militar de Sarandi recebeu reforço no efetivo, que passou de 27 para 52 homens, e seis novas viaturas.

Para concretizar as ações que o município está implantando já estão em funcionamento quatro câmeras de segurança, e outras 20 vão ser instaladas nos próximos dias. O monitoramento destas câmeras está sendo feito pela 4ª Companhia de Policia Militar de Sarandi e pela Guarda Municipal. Além da Rádio Patrulha, foi criada a Ronda Ostensiva Tático Motoriza (Rotam) e a Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam).

As câmeras estão instaladas na Praça dos Três Poderes, no semáforo da Avenida Colombo com a Avenida Londrina, e outra na esquina da Prefeitura. As câmeras tem zoom de até 2,2 mil metros de distância e fazem varredura de 360 graus. O equipamento foi doado por empresários da Ecoinga, que também doaram à PM duas motocicletas Yamaha XT 660, de grande porte, para dar maior proteção para a comunidade.

Para o Prefeito Carlos Alberto de Paula Junior, todo este resultado que Sarandi está conseguindo se deve principalmente pela união da prefeitura e Guarda Municipal com governo do estadual e empresários. “Nós temos conseguido fazer com que a nossa cidade seja vista hoje como modelo em ações para melhorar a segurança, e sei que vamos melhorar ainda mais”, explica De Paula.




Dez traficantes são presos em operação na região

O Denarc, policiais da 9ª SDP e Pelotão de Choque do 4º Batalhão realizaram na madrugada desta quarta-feira (02), uma operação contra o tráfico de drogas em Maringá e Sarandi e cumpriu 21 mandados de prisão, busca e apreensão. Segundo o delegado do Denarc, Adão Wagner Loureiro, as investigações começaram há cerca de três meses, quando foram localizados 15 alvos que serviam de base para a quadrilha. Foram detidos 10 traficantes e cinco adolescentes que trabalhavam na distribuição de drogas, porém segundo o Denarc esses eram pequenos distribuidores de drogas comandados por traficantes que já estavam presos e controlavam a quadrilha por telefone celular. Foram apreendidos 60 quilos de maconha, porções de crack e cocaína, além de duas armas, munições e dinheiro, toda apreensão foi entregue na 9ª SDP.

Polícia Civil prende receptadores em Maringá

A Polícia Civil de Maringá prendeu agora pela manhã um casal envolvido em receptação de produtos furtados de residências. Os policiais João Mario e Paulo investigaram o casal, e na casa deles, no Cidade Alta, os agentes apreenderam eletrônicos, perfumes importados, revólver calibre 38 e muitas jóias. Weslen de 27 anos confessou ter comprado os produtos mesmo sabendo que eles eram furtados. Veja só o que está escrito na camiseta do preso.


Vereador Nildão deixa o PPS

O vereador sarandiense Eunildo Zanchim, mais conhecido como Nildão, que era filiado ao PPS desde 1999, é um dos 200 vereadores do Paraná que desfiliaram-se de seus partidos para apoiar e filiar-se ao novo Partido Solidariedade. O SDD conta com cerca de 10 prefeitos paranaenses e também 50 deputados federais. Em Maringá, Ulisses Maia, presidente da Câmara, deixou o PP para ser a principal figura do Solidariedade.

Giacomassi assumirá comando da ROCAM e ROTAM

Segundo informações, o Soldado Adilson Giacomassi, assumirá o comando das equipes da ROCAM e ROTAM da 4ª Cia da Polícia Militar de Sarandi. Segundo consta, o Comandante da Cia, Capitão Dias, indicou Giacomassi para comandar os grupos, que foram criados recentemente, pois o Policial está há mais de 20 anos na corporação e já passou pela RONE e TÁTICO MÓVEL, antigos grupos da PMPR. Além do mais Giacomassi tem a confiança e prestígio dos colegas de trabalho. Seu objetivo é pregar o treinamento diário aos policiais que exercem funções nesses grupos especiais da PMPR.

Giacomassi também é um grande parceiro da Guarda Municipal de Sarandi e tem dado apoio a instituição sempre que preciso.